13 de janeiro de 2010

Dourada ao sal

Antes da Bimby, fazia a dourada ao sal no forno e misturava o sal com 2-3 ou 4 claras em castelo. Era uma forma de aproveitar claras! No forno, deixava assar em temperatura moderada (180 ºC) até que a crosta de sal ficasse bem sólida e dourada. O sinalizador do tempo era o meu olfacto que me dizia que estava pronta. E isto não vos consigo traduzir...
Desde que tenho a Bimby, sou mais exacta nos tempos e cumpro o seguinte protocolo (livro base p.66) :

1 dourada inteira (800 g a 1 kg), bem lavada e seca com papel absorvente
1.5 kg sal grosso
1 L água

Deitar a água no copo e aquecer 10 Min/Varoma/Vel 1.
Colocar uma camada de sal na Varoma, dispôr a dourada em cima e cubrir com o sal restante. Pode ter que se cortar um pouco do rabo para caber na Varoma. Reservar.
Retirar o copo medida, colocar a Varoma sobre o copo e programar 40 min/Varoma/Vel 2. Deixar arrefecer durante alguns minutos antes de retirar o recipiente.
Partir cuidadosamente a camada de sal e retirar a pele da dourada.
Muitas vezes, aproveito e cozo batatas, com a pele, no cesto. Para isso, do tempo total uso apenas 15 a 20 minutos.

4 comentários:

  1. Como eu adoro este protocolo... :)
    E às batatas, junto-lhes depois de prontas umas colheradas de pesto para envolver.
    Delícia! :)

    ResponderEliminar
  2. Que maravilha! Nunca comi, mas deve ser muito bom!

    bjos

    ResponderEliminar
  3. Morro de curiosidade em experimentar esta receita, mas não sei bem porque nunca fiz.

    Beijinhos

    ResponderEliminar