1 de fevereiro de 2016

Bolo de cerveja, canela e noz-moscada




Visualmente, faz lembrar o bolo mármore. A receita é da Clara de Sousa. Muito saboroso e muito fácil de fazer.

4 ovos
½ chávena de água – 120 mL
½ chávena de cerveja – 120 mL
¾ chávena de óleo – 180 mL
1 ½ chávena de açúcar – 120 mL
2 ½ chávena de farinha de trigo – 340 g
1 c. sopa de fermento em pó – 340 g

1 c. sopa de canela em pó
½ c. chá de noz-moscada
2 c. sopa de açúcar

Com a vara de arames ou com ajuda de uma batedeira, bater os ovos com o açúcar e os líquidos. Juntar a farinha e o fermento e envolver bem.
À parte, misturar a canela com o açúcar e a noz-moscada.
Numa forma untada e enfarinhada, colocar um terço da massa. Polvilhar com metade da mistura de canela e cobrir com metade da massa restante. Polvilhar com resto da mistura e colocar por cima o resto da massa.
Com um palito de espetada ou similar, fazer movimentos na massa para se obter o efeito marmoreado.
Vai ao forno aquecido a 180 ºC, 45 a 50 minutos. 





24 de janeiro de 2016

Pao de ló e Feliz Ano Novo



Ainda a tempo de desejar Feliz Ano Novo (mais vale tarde que nunca!), deixo aqui uma receita de família (da Ana Catarina) que é uma verdadeira delícia. Deixo a receita para forma de mola, que foi a que usei para o bolo da foto. Mas deixo também a original para fazer em forma grande. A preparação é muito fácil mas depois de o colocar no forno não se pode perder de vista.

5/6 ovos
4 gemas
300 g açúcar
125 g farinha
Fermento em pó (caso a farinha não o tenha)
Raspa de limão

Bater todos os ingredientes com a batedeira elétrica durante 10 minutos. Não experimentei com a Bimby mas penso que com a ajuda da borboleta e sem colocar o copinho na tampa se obterá efeito semelhante.
Levar ao forno aquecido a 150 ºC cerca de 30 minutos. Depois, baixar pouco a pouco a temperatura do forno para cozer a crosta sem queimar o bolo. Verificar com um palito quando está cozido.

Quantidades para a receita original:
8 ovos
6 gemas
450 g açúcar
185 g farinha
Fermento em pó (caso a farinha não o tenha)
Raspa de limão




23 de dezembro de 2015

Cuscuz de tapioca e Feliz Natal



Se há coisa que me ofereço no Natal é um pouco de tempo, nomeadamente, para estar com a família próxima e a mais distante e para escrever umas coisas, entre outras, receitas. E, claro, para por receitas em prática. Felizmente, temos família e amigos um pouco por todo o mundo e tem sido também com eles que aprendemos a cozinhar e a gostar de outros sabores. Este cuscuz de tapioca, ou cuscuz branco, é muito popular no Brasil e em nossa casa comemo-lo ao pequeno-almoço, fresquinho. Para os mais gulosos rega-se com leite condensado. Nós costumamos acompanhar também com fruta. Deixo aqui a versão que aprendemos com uma amiga do Rio de origem baiana.

Feliz Natal para todos, com muita partilha e alegria!

250 g tapioca granulada (uso Yoko Tapioca granulada tipo 1)
1 L leite magro
200 g leite coco
Sal q.b.
12 c sopa de açúcar
Coco ralado q.b.

Leite condensado (opcional)

Colocar numa panela a tapioca com ½ litro leite e uma pitada sal. Deixar repousar 30 min.
Juntar o resto do leite, o açúcar, o leite de coco e levar ao lume. Mexer para não colar ao fundo.
Quando estiver cozida e tiver goma, deitar num pyrex e cobrir com o coco ralado.
Deixar arrefecer e levar ao frigorífico.
Pode servir-se com leite condensado.




28 de julho de 2015

Sushi de banana e Nutella


Depois de ter mostrado este vídeo à família, não consegui impedir uma invasão destes rolinhos doces.

banana
Nutella
Rice Krispies

Envolve-se uma banana em Nutella e faz-se rolar nos cereais. Cortar a banana às fatias e servir logo.
Um pouco de película aderente facilita a confecção.




15 de julho de 2015

Caril de legumes e mais umas coisas



Uma receita: esta foi com camarão mas já fiz com cogumelos. No caso destes últimos, salteiam-se juntamente com com os legumes. Este prato é daquelas que quando se aquece parece que sabe melhor, portanto, uma boa receita para a marmita ou lancheira. 
Um filme: “A Lancheira”, já de 2013, indiano. Um filme que cheira a caril. Uma marmita trocada e o início de uma história de amor; em paralelo, a vida louca dos “dabbawalas” e das lancheiras em Bombaim.

2 c. sopa de azeite
1 alho francês às rodelas (parte branca)
1 curgete cortada aos cubos
1 beringela cortada aos cubos
Camarões cozidos
200 mL de leite de coco
1 c. sopa de caril
Sal e pimenta, q.b.
Coentros picados


Numa frigideira alourar o alho francês no azeite. Juntar os legumes e saltear. Deixar que fiquem firmes mas cozidos. Desfazer o caril no leite e misturar. Temperar com sal e pimenta. Deixar levantar fervura. Colocar o camarão, polvilhar com os coentros picados, tapar e retirar do lume. Esperar alguns minutos antes de servir (simples ou com arroz). 


14 de julho de 2015

Pepino recheado



Os miúdos chamam-lhe sushi fingido. Simples ou com molho, como entrada ou acompanhamento, de verão ou de inverno. Uma da boas ideias da Madalena V.

1 pepino
2 fatias de queijo
2 fatias de fiambre
Cenoura cortada em palitos finos


Cortar o pepino ao meio, retirar as sementes escavando um tubo no interior (uso o utensílio de descaroçar maçãs). Enrolar 1 ou 2 palitos de cenoura numa fatia de fiambre e noutra de queijo, fazendo um rolinho que caiba no interior de uma metade do pepino. Repetir para a outra metade. Cortar o pepino em rodelas.


1 de julho de 2015

Salada de massa, atum e abacate



Num programa do chef Henrique Sá Pessoa, “Ingrediente Secreto”, sobre o Abacate foi apresentada esta salada que teve logo aplicação cá em casa. Abacate é um fruto de que gostamos muito e por isso temos quase sempre na fruteira.

Uma salada simples, rápida e económica. E boa! Que se pode pedir mais? Se clicarem no link poderão assistir ao vídeo do programa.

375 g massa Espiral
1 abacate
1 limão
2 latas de atum
Azeite q.b
Queijo parmesão q.b
Rúcula q.b.
Pimenta preta q.b.

Cozer a massa em água a ferver com sal, o tempo indicado na embalagem.
Escorrer a massa e deixar arrefecer. Temperar com um fio de azeite para não colar.
Abrir o abacate, cortar em quartos, retirar a casca e fatiar. Temperar com sumo de limão, raspa de limão e um fio de azeite.
Numa taça, dispor a massa e o atum por cima. Cobrir com rúcula e, por fim, o abacate temperado. Polvilhar com pimenta e parmesão ralado.